Perfil

Perfil

Thaïs Flores Nogueira Diniz é professora adjunta, especialista em literatura comparada e teatro contemporâneo na Universidade Federal de Minas Gerais. Tem trabalhos publicados na área de literatura e outros sistemas semióticos, principalmente cinema, em várias revistas especializadas no Brasil e no exterior. Foi agraciada com bolsas da Fulbright, da Embaixada do Canadá e do Conselho Britânico, além de ter recebido auxílio de agências brasileiras para pesquisa. Sua área de interesse inclui Shakespeare no cinema, adaptação fílmica, relação entre mito e literatura e teatro contemporâneo. Fez seu doutorado na UFMG e na Indiana University at Bloomington, nos Estados Unidos, obtendo o título em 1994. Fez seu pós-doutorado em Londres, no Queen Mary College, University of London.

 Thaïs e seu marido em viagem ao Japão

 

Curriculum Lattes – CNPq

Curriculum Lattes com toda a vida acadêmica da professora Thaïs.

 

Resumée

Curriculum resumido da professora.

 

Veja abaixo o livro que é uma versão modificada da tese de Doutoramento em Letras da professora Thaïs:

Literatura e Cinema: da semiótica à tradução cultural.

O que acontece quando uma obra pertencente ao século XVII é reescrita no século XX? Ou quando a obra liter á ria é traduzida para um outro sistema de signos como o cinema? E mais, quais s ã o os fatores que influenciam essa tradução?

Enquanto responde a essas perguntas, este livro vai mostrando, passo a passo, o trabalho artístico de quatro cineastas de diferentes nacionalidades ao fazerem a tradução de uma peça renascentista para o cinema, e ao tomarem decisões durante o processo. Essas decisões são devidas não só ao fato de os diretores estarem lidando com sistemas semióticos diferentes, mas também estarem circulando entre culturas diferentes.

A obra literária é a famosa peça de Shakespeare, King Lear, e os cineastas, nascidos em países diversos, são Grigori Kozintsev, Peter Brook, Akira Kurosawa e Jean-Luc Godard.

Todos, de renome internacional no mundo do cinema, imprimiram sua marca pessoal nos filmes que dirigiram, mas também fizeram permear, por todo o percurso do trabalho, a cultura, expressa no background histórico, no sistema de restrições e prescrições, nos usos e costumes, crenças, leis, arte e moral dos países envolvidos.

O resultado é uma descrição minuciosa de cenas que exprimem os aspectos culturais, responsáveis, em grande parte, pela forma final de cada filme.

Este livro é uma versão modificada da tese de Doutoramento em Letras, defendida em junho de 1994, intitulada “Os Enleios de Lear: da semiótica à tradução cultural”.

Além dos incentivos concedidos pela CAPES e pela FULBRIGHT, a pesquisa integrou, no início, o Projeto Integrado em Tradução, FAPEMIG SHA 611/90. Essa segunda edição foi possível graças ao auxílio financeiro do Departamento de Anglo-Germânicas da FALE/UFMG.

ONDE COMPRAR:

Livraria da UFMG

Campus Universitário Pampulha
Praça de Serviços
Av. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha
Belo Horizonte - MG
CEP 31270-901
BRASIL

Fone: +5531 3499.5000

 

Faculdade de Letras – FALE

Universidade Federal de Minas Gerais
Programa de Pós-graduação em Estudos Literários
Av. Antônio Carlos, 6627
Belo Horizonte, MG
31270-901
Brasil